sexta-feira, dezembro 08, 2006

Adentrando

Em toda tua carne,
Me penetro feito selvagem,
Sorvendo os teus fluidos com loucura...
Fazendo de tuas entranhas o meu banquete!

E, eis-me que gozando em meu deleite,
Te tomo fêmea aprisionada,
Pois por meu gozo, estás enfeitiçada!

Gemes como gata no cio,
Mas não brigas quando
Te invadir, me preparo!

Abres tuas coxas e convidas
Pois sabes como meu corpo te satisfaz!

E com gritos que aos tolos
Causam a inveja de não poder amar,
Deliras feito louca a uivar meu nome...!
Para, depois,
Caída na cama, perdida em lençois,
Sorrir o cansaço da tarefa árdua,
Que é entregar-me o corpo,
E não mais, de tesão, parar...

E, quando te procuro,
Para de novo te devorar,
Corres assustada,
Pois faminto com meus olhos vou te caçar...

Tu Não foges... Pedes mais!
Tomas meu sexo com aflição,
Para de joelhos, submissa, aos meus pés,
Engolir-me quando explodo em tesão!

Jorge Alberto Neves*
08/12/2006 - 21:42:38

*obra protegida por copyright

9 comentários:

Mary disse...

Jorge!!!
Suas poesias são de um extremo bom gosto,vc realmente escreve o que sente..desejo a vc td a felicidade do mundo.....

Bjus

Flora disse...

Linda poesia, intensa, verdadeira
Você escreve muito bem mesmo
Adorei
Xero grande

Carla disse...

Uauuuu ...divina ... quente... gostosa e bem real...
Pra variar, vc se superando.... amei!
Beijo grande

Rê disse...

Nossa.... estava inspirado hein?!

Uau..

Linda!

Parabens!

Bj

Carmo Senna disse...

adorei!
escrever assim é sexual!

abraço

Anônimo disse...

Engraçado...ao ler essa poesia, me senti dentro dela. Um aquário de delírios, um oceano de emoções...pura extravagância, gula e luxúria!!!

•·.·´¯`·.·•Carla•·.·´¯`·.·• disse...

Oi Jorginho... to com saudades de novas poesias.... qdo vamos ter mais novidades?
Beijo grande e fica bem

Ahh to esperando sua visita la no blog....
Bjos

•·.·´¯`·.·•Carla•·.·´¯`·.·• disse...

Ei Jorginho...nao vamos nos deliciar mais com seus peomas? to com saudades...

Ahh ja estou em Bruxelas...rs

Beijos e se cuida

FÊNIX - O SEGREDO DA FELICIDADE disse...

É extremamente poético aquilo que sentimos e colocamos no papel com fogo, emoção e delírios. Adorei suas poesias!!!!! Fortes, quentes e altamente expressivas! Parabéns poeta!