sábado, setembro 10, 2011

Versos De Um Menino

Do que me vale
Escrever palavras belas,
E de estilo rebuscado,
Se não poderão entendê-las,
Mesmo que o texto tenham ensaiado,
No sinal que do tudo, nada sabem?

Não publicarei as emoções,
Pois, assim, as despejaria
De meu coração de menino
E lança-las ao mundo não poderia,
Mesmo que com impulso destemido,
Que embala dos amantes, os corações!

Deixem que a poesia viva,
No papel e na caneta,
Orquestrados pela simples vontade de escrever
Para que meu peito a Vida sinta
Rasgando céus apaixonados feito cometa,
Sem ter para onde ir, apenas viver!

Meus versos de menino,
Somente podem ser lidos
Por aqueles que não cresceram,
Que ainda se pensam pequeninos,
Movidos por sonhos incontidos,
Das durezas da vida, que muito bem viveram!


Jorge Alberto Neves*
10/09/2011 - 22:07:49


*obra protegida por copyright

4 comentários:

nani rangel disse...

...l i n d o!!!!

...meus versos de menino, somente podem ser lidos por aqueles que não cresceram...DDD

Sara Oliveira disse...

Lindo!! Feliz são aqueles que pensam como os pequeninos, que tem o coração puro e entendem o verdadeiro sentido das palavras expostas! As quais são feitas com o coração! Se achando que ao expor perderá a essência dos sentimentos em algum momento, que não seja, mas que nunca pare com isso... Pois foi um dom que Deus te deu e que muitos admiram!! Bjks!!

Unknown disse...

Sei bem como se sente. As vezes acho que ainda sou aquela adolescente, as vezes paralisada de medo, as vezes insana de tão impulsiva. Acho que foi por isso que Deus ainda não envelheceu minha face. Para que possa viver a meninice que deixei pra trás sem fazer a menor idéia do porque...

Claudia Magalhães

Kaya - Revista de Atitudes Literárias disse...

Obrigado por seguir o nosso blog! Estamos também seguindo o teu.

Abraços!