domingo, setembro 05, 2010

Permita-me Encontrar

(I)

Permita-me encontrar
a doçura em teus olhos.
Permita-me refrescar-me
na suavidade de teu cheiro...
Permita-me repousar
na maciez de teu colo.
Permita-me ser completo
na metade de minha existência
que encontrei em teu coração.

So assim serei eterno
posto que tua pureza me fez vivo!
...
Louco, alucinado às alturas,
pois meu combustível é teu
bem querer!

Mágico, intocado e amante
no sonho de possuir-te minha,
menina e mulher
de meus devaneios noturnos...


(II)

No sonho que tive à noite,
tu caminhavas, linda,
por entre flores, num bosque
e os pássaros e outros animais
vinham felizes celebrar tua doçura...!

Quando acordei,
vi que eras meu mistério profundo.
A chave de minha alquimia,
qual fórmula antiga, indecifrada
vista completa aos olhos iniciados!

... A verdade me brilhou,
e ela tinha a luz de teu sorriso!
... O amor me tocou
e ele tinha o gosto de teus lábios...

Loucura! Fantasia! Paixão!
Devaneios loucos de um alucinado
no coração...!



Jorge Alberto Neves*
30.07.01 - 20:17:24

*obra protegida por copyright

5 comentários:

Katielle disse...

Muito romantico...xD
Escreve bem...



Se der passa la, acbei de fazer e to tentando divulgar alguma coisa de bom.
http://realidadelivrosesonhos.blogspot.com/

TRÉS TRÉS CHIC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Senhori Positoni disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Senhori Positoni disse...

Gostei muito dessa sequência! Cadente, melódica e bem estruturada!
Gosto muito da poesia lúdica, escrita com palavras simples, são tão musicais... =D Parabéns!

Anônimo disse...

"... Permita-me encontrar
a doçura em teus olhos.
Permita-me refrescar-me
na suavidade de teu cheiro...
Permita-me repousar
na maciez de teu colo.
Permita-me ser completo
na metade de minha existência
que encontrei em teu coração."

Lindo, como tudo que faz!

Parabéns!

Bjs