sábado, agosto 26, 2006

O Presente do Menino Abandonado

O carinho de teus cuidados,
Me embala em suave ternura,
Embora não te veja o rosto
No dia que passa
E não ouça tua voz suave e doce...

Como se fosse um sonho,
Imagino encontrar-te e rir-me!
Feliz estaria eu,
Se tua presença se me fizesse como presente
De um menino abandonado
E longe de sua casa!

Mas, acordado, então
Pelo dever de ser adulto, outra vez,
Deixo minhas palavras como
Lembranças da loucura
E da ternura com que,
Mesmo longe, tu cuidavas de mim!


Jorge Alberto Neves*
04/03/06 - 10:20:10


*obra protegida por copyright

2 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelos novos poemas, adorei!
A quantidade postada agora, compensou o tempo em que você ficou sem postar nada!!!
Beijos
Déia

Claudia Neves disse...

Não importa a distancia e o tempo... O Amor Verdadeiro está sempre perto um do outro e sempre cuidando um do outro!
Lindo poema!!! Amei mais esse presente!
Bjkao enorme
Esposa